sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Agora até os burros podem ser vice-presidentes

Sarah Palin pensava que África era um país.

A candidata republicana à vice-presidência dos EUA, Sarah Palin, pensava que África era um país em vez de um continente, segundo elementos do staff da campanha de John McCain.
O pessoal da candidatura de McCain ficou chocado com a falta de conhecimentos da governadora do Alaska nos briefings, revelou o editor-chefe de política da conservadora Fox News, Carl Cameron.
«Ela não percebia, disseram-me membros do staff de McCain, que África era um continente e não um país e chegou mesmo a perguntar se a África do sul não era apenas parte de um país», disse Cameron no programa «The O'Reilly Factor».
Palin também não conseguia indicar os países envolvidos na NAFTA, a zona de comércio livre na América do Norte, um dos temas importantes da campanha, acrescentou Cameron.
As tensões entre a candidata e o staff da campanha de McCain aumentaram e por vezes as discussões acabavam com elementos do staff a chorar, revelou Cameron.

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=357724

1 comentário:

Anónimo disse...

ah coitada.... a senhora esta mais preocupada em ir para vice-presidente para ganhar o bom e para cuidar da "beleza", não é que não saiba, nem coisa parecida (como sou irónica)