quarta-feira, 28 de novembro de 2007

A Eterna crise nacional e a curta memória dos nossos governantes

O nosso belo país vive constantemente crises.
Se analisarmos a nossa história observamos que de tempos a tempos aparece um grande político (D.João II, Conde da Ericeira, Marquês de Fronteira, Marquês de Pombal etc.), que aplicaram medidas que desenvolveram e muito o nosso país, contudo existiram sempre as "asneiras", porque não há bela sem senão.
O nosso problema é que normalmente posteriormente a um grande político vão para o poder outros que fazem o contrário do que os seus antecessores, voltando o país para a crise.
Os nossos habitantes e posteriormente governantes são tão pouco inteligentes? ou estas medidas têm que ver com interesses pessoais?

1 comentário:

Emília disse...

Escreves bem e sabes muita coisa sobre o país.